Noticias

Voltar ao índice / RSS
Aéreas divulgam regras para bagagem Publicado em 19/05/2017
Há pouco mais de um mês que o mundo da aviação não fala sobre outra coisa: bagagens, bagagens e bagagens. Porém, apenas no dia 28 de abril que a Justiça Federal autorizou a cobrança, com a queda de uma liminar que proibia a nova proposta da Anac. Nos últimos 15 dias, as quatro companhias brasileiras Azul, Latam, Gol e Avianca se pronunciaram sobre como ficarão as novas medidas. Entenda como ficam as tarifas de cada aérea:
 
AVIANCA
 
A aérea afirmou que até o final de julho o serviço não terá tarifação extra. Já no segundo semestre, os passageiros que optarem por despachar bagagem pagarão uma tarifa um pouco mais cara, enquanto os passageiros sem volume extra terão direito à uma tarifa mais barata. A aérea ainda afirmou que o tamanho da bagagem de mão não sofrerá alteração, podendo ser permitido embarcar com um volume de até dez quilos.
 
AZUL
 
A partir do dia 1º de junho a Azul oferecerá até 30% de desconto para os passageiros que partem do Aeroporto de Viracopos (Campinas) e que não despacharem bagagem. A nova tarifa foi batizada de Azul, e será disponibilizada nos outros voos gradativamente. Aqueles que escolherem a tarifa poderão ainda despachar um volume de até 23 kg por R$ 30.  Os clientes que comparem a passagem com preço normal terão direto a franquia de 23 kg.GOL
 
Os passageiros que não despacharem bagagem terão direito à uma passagem mais barata chamada Light. Assim como a Azul, será possível adquirir o serviço por R$ 30 nos voos nacionais, caso a compra seja efetuada nos terminais de autoatendimento ou via agência de viagens. No balcão, o serviço custará o dobro (R$ 60). Já nos voos internacionais, o valor será equivalente à US$ 10 nos canais digitais e US$ 20 no balcão. A nova medida da Gol passa a valer no dia 20 de junho.
 
LATAM
 
A Latam é a primeira a incorporar a nova lei às suas tarifas. A regra já começa a valer nesta quinta-feira (18/05). A companhia afirmou que além das mudanças nas tarifas de despacho, a aérea também vai mudar a política relacionada a excesso de bagagem. Nos próximos 50 dias a companhia prevê iniciar a cobrança de R$ 30 em compras antecipadas para o despacho de malas até 23kg. Em março a companhia anunciou que cobraria R$ 50. Nas rotas internacionais o limite permitido será de uma mala de 23 kg para América do Sul e Caribe e duas de 23 kg para os demais voos.
 
 
 
 


PLATINA TURISMO LTDA-EPP

CNPJ: 05.901.198/0001-06

SHIN C.A 5 BL B1 SALA 206

CIDADE: BRASILIA - DF, CEP: 71503-505

Tel.: 6130305330

E-mail: comercial@platinaturismo.com.br

Desenvolvimento